Hiperactividade

A PERTURBAÇÃO DE HIPERACTIVIDADE COM DÉFICE DE ATENÇÃO

A perturbação de hiperactividade com défice de atenção (PHDA) é uma perturbação que se caracteriza por défice de atenção/concentração, impulsividade e/ou hiperactividade/actividade motora excessiva.

Crianças/adolescentes com esta perturbação podem apresentar as seguintes características:

Défice de atenção e concentração:

 A criança pode ter dificuldades em:

  • seleccionar informações
  • iniciar actividades
  • manter a atenção até ao final de uma tarefa
  • prestar atenção a dois estímulos em simultâneo

Impulsividade:

Estas Crianças têm dificuldade em:

  • reflectir antes de agir
  • prevêr as consequências das suas acções
  • planificar actividades
  • seguir normas estabelecidas

Hiperactividade:

Estas crianças podem manifestar um nível excessivo de movimento corporal (actividade quase permanente e incontrolada sem finalidade concreta).

 As dificuldades podem ser mais evidentes nas situações em que se requer maior tranquilidade.

 

Outras Características apresentadas por estas crianças:

  • baixa tolerância à frustação
  • baixa auto-estima
  • dificuldades em seguir normas
  • desmotivação escolar
  • rendimento escolar oscilante
  • dificuldades em respeitar a sua vez, precipitação nas respostas
  • podem ser pouco populares entre os seus companheiros
  • fazem barulhos ou sons desadequados
  • são imprevisíveis
  • são distraídas
  • parece que não escutam quando se fala com elas
  • perdem ou esquecem o material escolar, têm os deveres pouco cuidados
  • podem ser lentas a copiar informação
  • têm dificuldades em adapatr-se às mudanças
  • reagem de forma desproporcionada quando provocadas
  • podem facilmente exploradas pelos outros

 

Problemas de Aprendizagem e Linguagem Associados

Muitas crianças com PHDA apresentam dificuldades a nível da leitura, ortografia, escrita, matemática e linguagem (com uma incidência que varia entre os 35 e os 50%). Estas crianças têm um rendimento académico que pode ser muito inferior às suas capacidades intelectuais devido aos seus problemas de atenção, memória e escasso controlo dos impulsos.

O Défice de Atenção é a causa principal da existência de um rendimento escolar aquém das possibilidades da criança.

o défice de atenção implica uma dificuldade em seleccionar os estímulos de forma adequada. Quando a informação chega a estas crianças, elas fixam-se em detalhes mínimos e não são capazes de aprender a ideia principal. Como se “as árvores as impedissem de ver o bosque”. Assim, quando respondem a uma pergunta, podem fazê-lo pela tangente e, nos seus trabalhos, distribuem mal o tempo.

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: